DIEESE aponta saldo positivo de empregos no setor metalúrgico

A Subseção do DIEESE dos Metalúrgicos de Taubaté e Região elaborou um estudo que aponta um saldo positivo na geração de empregos no setor metalúrgico no 1º trimestre de 2012.

De acordo com o DIEESE o setor apresentou um saldo positivo de 640 postos de trabalho, um resultado maior que o das movimentações da Indústria de transformação e do mercado de trabalho de Taubaté e Região.

Esse saldo foi 177% superior que o observado para o primeiro trimestre de 2011, principalmente devido ao elevado crescimento das contratações em janeiro, que passaram de 148 admissões em 2011 para 310 em 2012, e pela queda acentuada no número de eliminação dos postos de trabalho, com destaque para o mês de março que registrou uma redução de 82,7% nos desligamentos, passando de 127 em 2011 para 22 em 2012.

O saldo positivo encontrado nas indústrias da base do sindicato foi resultado tanto pelo aumento no número de contratações quanto pela redução do número de pessoas desligadas.

Em 2012, todos os meses registraram crescimento, com destaque para o mês de março com melhor desempenho: 279 contratações e 22 demissões, com melhor saldo no período de 257 novos postos.

Já em 2011, apesar do trimestre obter desempenho positivo, o resultado foi consideravelmente inferior ao trimestre de 2012.

O DIEESE destaca ainda a redução no número de desligamentos ocorridos. Fevereiro de 2012 registrou uma quantidade de 90 trabalhadores demitidos, número 30,8% menor que o observado em 2011 (130 desligamentos). Já em março, houve a maior redução nos desligamentos da Tabela 1, com uma variação de 82,7%, ou 105 desligamentos a menos, registrando em 2012 apenas 22 demissões.

Com relação às empresas que compõem a base do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, a Ford foi a empresa que mais contratou. Seu saldo foi de 391 postos de trabalho, correspondente a 61,1% do saldo dos metalúrgicos de Taubaté e Região, resultado esse formado basicamente pelos saldos de janeiro e fevereiro de 2012, que tiveram um acréscimo de 372 funcionários ao seu quadro no total.

A Autoliv manteve o bom desempenho observado no primeiro trimestre do ano passado, que foi de 52 postos de trabalho, registrando nos primeiros meses de 2012 um saldo positivo de 86 empregos.

Para o DIEESE, o resultado foi bastante expressivo nas indústrias da base do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, gerando mais empregos que toda a região do sindicato em outros setores.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, Isaac do Carmo, o saldo positivo na geração de empregos na categoria reflete a política adotada pela entidade que enfatiza a desenvolvimento econômico e social da região.

“Ao longo dos últimos anos o Sindicato tem se destacado na garantia dos direitos dos trabalhadores metalúrgicos, e essa luta, porém, não se resume ao chão de fábrica, ela tem que avançar para a nossa sociedade com a inserção do Sindicato atuando junto às empresas pela busca de investimentos que resultem na geração de empregos e a melhoria da qualidade de vida de nossa população”, disse Isaac do Carmo.

Isaac destaca ainda que esse panorama positivo no saldo de empregos poderá ser ampliado nos próximos períodos com os investimentos que serão realizados pela Volkswagen em Taubaté, resultado de extensa negociação feita pelo Sindicato no início deste ano.

“Em breve a Volkswagen terá seu maior parque industrial da América Latina em Taubaté e isso sem dúvida fará de Taubaté um expressivo polo industrial no Brasil, graças a ampliação das empresas dos setores de autopeças e a consequente geração de emprego e renda em nossa cidade”, completa Isaac.



Voltar | Imprimir

ONDE ESTAMOS


© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Datastream Sistemas